Cadastre-se Grátis  |  Esqueci a senha
login:   senha:  


deborahsouza

Nível 16

Você é dominado pelo dinheiro?

Hoje, diante de várias situações que tenho visto e vivenciado, estive refletindo em cima do versículo 6:24 de Mateus, onde Jesus diz que não podemos servir a Deus e às riquezas. Mamon era o deus cartaginês da riqueza.

Mas, e aí, você é dominado pelo dinheiro?
--
Déborah Souza
Categoria: Diversos  |  2342 visualizações |  3 respostas  
Quinta, 28 de Dezembro de 2017 12:03  | Compartilhe esse link:

3 respostas para este tópico




fernando2

Nível 29
Não!
Não tenho nenhum... (mo) :$
Domingo, 31 de Dezembro de 2017 12:10 


arcolino10

Nível 10
Dominado por dinheiro é quem tem muito dinheiro, cuja quantidade deriva da concentração de riqueza, portanto em detrimento da exploração do trabalho dos outros cuja remuneração é praticamente a de um escravo.

Aliás esse ou essa, não somente é dominado por dinheiro mas também domina o resultado do trabalho dos outros, que é o dinheiro, que é designado pelo Estado de PIB.

O dinheiro como riqueza, em si mesmo inexiste, mas sim a sua possibilidade causal, que é o trabalho em todos os setores quer primário (extrativismo), quer secundário(transformação ou industrial), quer terciário(serviços especializados diversos) sendo explorado nos talentos,pessoais de cada um que desterraram nos estudos e trabalho, conforme suas possibilidades de acesso.

O amor ao dinheiro, de fato, que é a raiz de todos os males, visto que se estando em sociedade, de onde a riqueza deriva, pelas respectivas atividade nelas desenvolvidas em cada setor, dando um resultado desgnado de PIB( Produto Interno Bruto)da riqueza pelo período da atividade anual, esse montante de dinheiro, derivado do trabalho produzido no ano, deveria alcançar aos trabalhadores um salário cuja realidade do custo urbano, não poderia ser menos que R$4.500,00 segundo DIEESE (Departamento Intersindical de Estudo e Estatística Social Econômica) o que vemos é que os empreendedores, ignorarem aquilo que tanto cobra de seus cooperadores, na relação de trabalho a saber:resiliência, proatividade, e excelência cuja atribuições está intrincado com a nobreza de caráter, eles parecem ignorarem esse aspectos aplicados a eles, e em sua cultura da usura, recusam-se ao pagamento devido fazendo cálculo de maior ganho não apenas pelas atividades desenvolvidas, mas contando com a menor remuneração possível de seus cooperadores de relação de contrato de trabalho.

Lamento, ser pesado, no esforço crítico me estendendo em letras, para clarificar numa reflexão crítica, certas, realidades, da vida econômica do Estado brasileiro.

A essência de se viver em sociedade consiste antropologicamente, sociologicamente, na reciprocidade de se viver,ou seja, isso versa de que, aquele que trabalha, cogita o desfrute com seu salário de todos os bens essenciais configurada como bens que qualifica o ser urbano o viver urbano o existir urbanamente, fora daí é viver miseravelmente, mesmo que se trabalhe, enquanto se é adulado nas publicidades dos produtos e serviços, levando invariavelmente as frustrações, pelos sonhos de consumo ordinário, sem jamais consegui-lo.

Apelar para DEUS, é uma coisa correta, mas não pelo fermento positivismo pelo determinismo, que é um flagrante desejo de potência, é pecado. Mas não é pecado de maneira alguma o fenômeno humano de trabalhar junto com os outros em suas iniciativas, de produção de riquezas pelos respectivos talentos, de cada um, em que cada um cogite obter o desfrute dos produtos e dos serviços oferecidos, na sociedade pelo qual se faça parte.
Quarta, 03 de Janeiro 22:38 


prsalomao

Nível 36
É impossível alguém que seja Verdadeiramente Livre por Jesus, ser ao mesmo tempo servo do dinheiro!
Sexta, 05 de Janeiro 23:50 


Conteúdo liberado apenas para usuários cadastrados no site

  Faça Login   ou   Cadastre-se Grátis  









Gospel 10 na Internet
Crie um tópico no Fórum

Newsletter
Receba as novidades do Gospel 10 periodicamente, diretamente em seu e-mail.

E-mail:


Atenção: Os conteúdos postados no site não revelam, necessariamente, a opinião do Gospel 10.
A maioria são enviados pelos usuários, que podem ter opiniões teológicas diferentes dos idealizadores deste site

Gospel10.com › Portal Evangélico Ajuda |  Política de privacidade |  Termos de uso |  Quem somos |  Fale conosco
 Gospel 10 › 2008-2018. v4. Todos os direitos reservados